post-image

Alívio das tensões e ansiedade na quarentena

O diário de Anne Frank, adaptação em quadrinhos de Ari Folman, com ilustração de David Polonsky e tradução de Raquel Zampil.

Cecília Souto

O diário de Anne Frank em quadrinhos é uma edição especial de um dos livros mais importantes do século XX.

No HQ é contado o depoimento da pequena Anne que, aos 13 anos, começa a narrar acontecimentos, descobertas pessoais e seus sentimentos em um diário que ela via como seu melhor aliado naquele período.

Como ela mesma diz num trecho: “Querida Kitty, espero poder contar tudo a você, como nunca pude contar a ninguém e espero que você seja uma grande fonte de ajuda”.

Anne escrevia em seu diário enquanto vivia escondida num sótão em Amsterdã com a sua família, com a família Van Pels e com Fritz Pfeffer, pois durante o holocausto as famílias judias eram fortemente perseguidas. Os personagens passaram por anos de grande agonia até serem encontrados pelos nazistas em 1944. É possível entender bastante os traços de personalidade dos personagens, Anne consegue representar claramente a personalidade fútil da Sr. Van Daan, de como sua mãe não tinha tanta paciência com ela ou então de como sua irmã era educada e perfeita para os olhos de todos. Conforme vão se passando os dias e as páginas, mais profundos ficam os acontecimentos. O medo e a curiosidade despertados com a leitura nos fazem querer saber o que Anne passou durante uma das tragédias mais cruéis da humanidade.

Visando a acessibilidade, o HQ possibilita que mesmo os leitores que não tem grande afinidade com a literatura convencional tenham acesso a essa história. Como o relato está sendo retratado em forma de uma história em quadrinhos, as cenas descritas por Anne são retratadas por desenhos muito fiéis, mas que não carregam violência já que o foco é o público jovem, como na cena em que Anne Frank está dormindo, cercada pelo pesadelo da guerra ou a que imagina sua mãe morta.

Cecília Souto é aluna do 1º ano do curso integrado em Informática do Instituto Federal da Bahia, Campus Irecê.

Publicado em: 03/09/2020 às 17:49