post-image

Setembro Amarelo

Nem tão forte,
É uma surpresa!

Não se enxergar no espelho,
Não enxergar a vida,
Não buscar o encanto,
Se deixar de canto.


Nem tão forte,
Só se percebe depois!

Quando quilômetros sem fim,
percorridos a pé, são melhores do que se encarar;
Quando o Frio na pele,
é melhor que o vazio de dentro de si.


Nem tão forte,
A gente se descobre!

Quando uma voz de fora,
te encara e olha tua dor;
Quando tantos olhares de fora,
te pedem para cuidar de si.

Nem tão forte!
Precisamos aceitar.

Não suportar olhares de condenação,
Agressão sem fim para uma dor sem limite.
Estabelecer limites e construir sua própria barreira de proteção
Com amor.

Não é só força,
Os outros precisam enxergar.


Quando a vida desmorona ao seu redor,
não adianta força pra reerguer bloco por bloco;
O amor vem lento e compreensivelmente…
Tira o atingido pelo desastre e o leva para ser amado em um lugar seguro.

Não é só fraqueza,
É humanidade!

É sensibilizar-se com a realidade,
é vivê-la.
Mais humano ainda é estender a mão,
acolher, abraçar, alimentar, fazer companhia.

Não é só cobrar,
É amar com humanidade.

Desafiar-se a ter, com paixão, o cuidado pela vida.
Pela vida, A VIDA, com respiração e palpitações,
com gritos e emoções,
em lágrimas que rolam por simplesmente existirem.

Não é só julgar,
É se enxergar no outro.

Ninguém existe só,
e cada um tem responsabilidade pelo sorriso e dor do outro.
Por omissão ou decisão própria,
o cuidado ou o descuido definem o adoecimento da nossa sociedade.

Pode ser muito forte!
Mas a depressão não precisa chegar à morte.

A dor física não impede de sentir a dor da alma,
A dor da alma…
A dor da alma precisa ser tratada,
Não por si, mas por todas as almas.

É muito forte.
A pobreza de alma é muito forte.

A insensibilidade, a indiscrição...
MATAM!
A irresponsabilidade, a perseguição…
MATAM!

Nem tão forte,
Nem tão calado.

Uma denúncia silenciosa…
Precisamos nos humanizar!
Ser humano não é matar O QUE NÃO LHE AGRADA para criar um NOVO!
Ser humano é pegar o que está morrendo e criativamente fazê-lo renascer ressignificado!


Samile Guimarães
01/09/2019

Publicado em: 28/09/2020 às 23:14